Disfunção Erétil – Causas, Sintomas, Tratamentos e Remédios

A disfunção erétil ocorre quando seu membro já não pode ficar ereto, não importa o que você faça, é hora de começar a preocupar-se, porque o mais certo é que esteja impotente. Infelizmente, a disfunção erétil é uma condição que a maioria dos homens terão que enfrentar em algum momento de suas vidas. Se bem que esta condição é mais comum em homens idosos (60 +) pode acontecer a qualquer pessoa em qualquer momento de suas vidas.

tratamento para disfunção erétil

O Que Causa A Disfunção Erétil?

Seria muito fácil dizer que os homens que sofrem de disfunção erétil são “idosos” e é por isso que já não têm a capacidade de manter uma ereção firme e o tempo suficiente para o intercurso sexual. Enquanto que a idade desempenha um fator importante na facilidade de excitação, a disfunção erétil não é algo que simplesmente está presente em pessoas velhas.

A disfunção erétil pode ocorrer devido a alguns fatores fisiológicos, tais como:

  • diabetes (Açúcar alto no sangue)
  • hipertensão (Pressão arterial alta)
  • aterosclerose (endurecimento das artérias)

Enquanto que a idade desempenha um fator nestas condições, mantendo-as sob controle e tomar a medicação adequada ajudá-lo para que não causem problemas com as tubulações. O fato de que estes avançados em anos, não significa que você tem que abandonar por completo o sexo. Tudo o que você precisa fazer é dar-lhe mais tempo e estimular o coito e fazer frente aos seus problemas de saúde.

Outras Causas Físicas Da Disfunção Erétil

  • Consumo excessivo de álcool
  • Fumar
  • A lesão do cérebro ou da medula espinhal
  • Contagem baixa de testosterona (hipogonadismo)
  • Doença hepática
  • Problemas nos rins
  • Esclerose múltipla
  • Doença de Parkinson
  • Radiação
  • Cirurgia
  • A pressão sobre a próstata

Que sofra de algum destes problemas não significa, necessariamente, que você é impotente, mas a investigação médica indica que as chances de contrair disfunção erétil aumentam com cada uma dessas condições. Muitos médicos estão de acordo em que fumar é um dos fatores-chave na disfunção erétil hoje, já que promove o estreitamento arterial (Uma razão a mais para pensar em parar de fumar). Qualquer tipo de cirurgia dentro ou ao redor das glândulas da próstata e pênis traz também um fator de alto risco para o aparecimento da disfunção eréctil. A radioterapia ou a cirurgia podem danificar os nervos e os vasos sanguíneos que fazem ereções impossíveis de manter.

Os hormônios também desempenham um papel importante em ajudar a obter e manter uma ereção e um distúrbio hormonal pode estar na raiz de seu problema. Além disso, consumir determinados tipos de medicamentos pode ser a causa do seu problema mas o uso do blue caps turbo funciona e pode ajudar nestes casos. Certifique-se de conversar com seu médico para saber se há um tipo diferente de medicamento disponível.

Problemas Psicológicos

A disfunção erétil pode ser um problema recorrente, que já passou antes, e está constantemente preocupado com a possibilidade de que volte a acontecer, por isso, pense melhor em ter uma ereção duradoura.

Tratamentos Para A Disfunção Erétil

Manter um bom estado de saúde físico e mental é a melhor maneira de tratar a disfunção erétil. Isso pode ser feito com os exames médicos regulares e talvez a terapia para tratar os problemas psicológicos. Também há muitos tipos de medicamentos disponíveis no mercado hoje que pode ajudar um homem a conseguir uma boa ereção.

Tratamentos Naturais

Os tratamentos naturais para a disfunção erétil têm existido desde antes da prescrição de comprimidos orais, viagra master, o que não deveria ser uma surpresa que existem muitos tratamentos naturais por aí que foram utilizados durante séculos para tratar este problema em particular. Enquanto que muitos remédios naturais não são mais do que um efeito placebo (Que pode funcionar se o problema passa a ser psicológico), há muitos outros que agora têm de investigação que os sustentem.

Estes Incluem:

  • Ginseng: Ajuda a aumentar os níveis de hormônios sexuais
  • Epimedium (Horny Goat Weed): Aumenta a pressão sanguínea do pênis
  • Extrato de Cordyceps: Um poderoso afrodisíaco
  • Cnidium Monnier: Um potenciador óxido nítrico natural
  • Saw Palmetto: É utilizado há séculos por nativos norte-americanos

Muitos destes ingredientes naturais que têm demonstrado para ajudar o homem vencer a disfunção erétil e conseguir uma ereção e pode-se encontrar como suplementos em lojas de alimentos naturais.

>>> Leia também: Hipoglicemia e Crises de Ansiedade e a Relação com o Diabetes

Hipoglicemia e Crises de Ansiedade e a Relação com o Diabetes

Nervosismo, sensação de falta de ar, fraqueza, palpitações, irritabilidade, visão turva, sudorese, sensação de formigueiro ou dormência nas extremidades, torpor, tontura, tremores,… Estes são alguns dos principais sintomas de uma crise de ansiedade, mas…. também a hipoglicemia reativa.

hipoglicemia reativa

A identificação dos sintomas e tratamento do problema da hipoglicemia tem mudado a vida de muitas pessoas. Seus ataques de pânico desapareceram, deixaram de estar cansados, têm recuperado a concentração e a sua necessidade imperiosa de comer doces, pães e/ou álcool desapareceu.

DESVENDANDO A HIPOGLICEMIA:

Quando um paciente chega ao médico e expõe os sintomas anteriores, sem ser diabético, em muitos casos, não se faz a análise bioquímico relevante que poderia evitar um falso diagnóstico. Os erros mais frequentes são o diagnóstico de crise de ansiedade ou distúrbio de ansiedade generalizada. O médico prescreve a tomada de ansiedade/depressão e, em alguns casos, recorrer à psicoterapia. Também se pode confundir a hipoglicemia com o TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade).

Em alguns desses casos, pode ter uma origem física dos sintomas (hipoglicemia), ou uma causa psicológica ou pode ocorrer que ambas as causas, físicas e psicológicas, estão retroalimentando.

O que é hipoglicemia?

Pois, como seu próprio nome indica, é um baixo nível de glicose no sangue (abaixo de 70mg/dl). Não é uma doença, mas se não for controlada, pode predispor a doenças crônicas como a diabetes, enxaquecas, úlceras, artrite ou alergias.

A hipoglicemia pode ser tratada facilmente. O segredo está fundamentalmente em sua dieta. Mas não avancemos… vamos ver, com maior clareza como ocorre a hipoglicemia.

O nosso sistema digestivo transforma os alimentos que ingerimos em glicose. Esta é o que a gasolina para o carro, nos fornece a energia para que nosso organismo funcione.

Levou entre uma e três horas para fazer a digestão. A duração vai depender do tipo de alimento que comemos. Se a nossa dieta é variada e saudável, o nosso corpo de uma forma progressiva, vai incorporar os nutrientes (minerais, aminoácidos, glicose,…) em nosso sangue. Aporte de glicose fará com que o pâncreas a liberar insulina. Esta última realiza uma função de “iniciado” que deixa passar a glicose para o interior da célula. Assim níveis normalizados de glicose (entre 70 e 110mg/dl) são muito importantes para que o organismo funcione adequadamente.

Algumas pessoas acreditam que se comem muitas comidas açucaradas estarão cheias de energia e o nível de glicose (açúcar) no sangue é normal. Mas o fato, é que é justamente o contrário. Quando a nossa dieta está fundamentalmente baseada em carboidratos de absorção rápida (doces, pão branco, cereais, massas, arroz,…) e deixamos períodos longos entre as refeições, a contribuição de glicose no sangue é muito rápida e elevada. Isso faz com que o pâncreas reage (por isso o hipoglicemia “reativa”), e produzir uma grande quantidade de insulina.

Por isso que em um curto período de tempo, se reabsorve a glicose e os níveis despencam seguido de uma enxurrada de adrenalina. Aqui é onde podemos dizer que aparece a hipoglicemia. O organismo se estresa e sente falta de energia. Custa-lhe para continuar funcionando porque a fonte de energia está abaixo dos níveis normais, e procura ingerir algum alimento calórico.

É dizer, o resultado é que estes alimentos se queimam muito rápido e não podemos manter os níveis de glicose no sangue necessários para funcionar com normalidade. E é quando podem aparecer os sintomas da hipoglicemia reativa:

  • Visão turva
  • Dores de cabeça ou enxaquecas
  • Sonolência
  • Baixa concentração
  • Sensação de pânico e Medo
  • Falta de coordenação
  • Hiperatividade
  • Ansiedade
  • Dores no peito
  • Estado de ânimo baixo
  • Dor no peito
  • Palpitações
  • Irritabilidade
  • Sensação de tremor interno
  • Acidez de estômago
  • Alergias
  • Fumar em excesso
  • Desejos de certas refeições
  • Tensão pré-menstrual
  • Falta de libido
  • Pés e mãos frias
  • Dormência ou formigueiro nas extremidades
  • Musculatura e articulações rígidas

Se desestabilizas o seu nível de açúcar no sangue, o que não pode notes os efeitos até a meia-noite ou no dia seguinte. Qualquer pessoa que tenha sofrido ataques de pânico sabe que os piores momentos são durante a noite e a primeira hora da manhã. Isso não é de admirar, já que a glicose chega ao seu pico mais baixo justamente nesses momentos, normalmente quando a pessoa leva sem comer cerca de 8 ou 10 horas desde a última refeição. Essas pessoas geralmente precisam de um calmante natural para ansiedade ou de um remédio (ou ambos), ao acordar para poder enfrentar o dia.

Outros sintomas possíveis são: estar embotado pela manhã, sentir-se fraco e confuso no meio da manhã ou meio da tarde, querer algo doce, uma hora após as principais refeições, por dia entre as 2 ou 3 da madrugada com fome e ansiedade.

Outro dado importante, é o que ocorre durante a Síndrome pré-menstrual. Um alto percentual de seus sintomas são causados por uma quantidade excessiva de estrogênio e níveis baixos de progesterona. Ambos os hormônios controlam os níveis de glicose, portanto, qualquer desequilíbrio entre delas pode facilmente produzir hipoglicemia reativa.

Também existe o risco de hipoglicemia reativa assintomática (não apresenta nenhum sintoma dos nomeados anteriormente).

Todos estes sintomas podem ser provocados por outras causas menos frequentes: Insulinoma (tumor do pâncreas), a deficiência de cortisol ou de tireoide, insuficiência cardíaca ou renal, alguns tipos de cirurgia para perda de peso. No caso de hipertensão, os pacientes devem evitar o uso de viagra devido aos efeitos colaterais.

Em suma, a causa mais comum de hipoglicemia, em pessoas que não têm diabetes, é uma dieta desequilibrada, rica em carboidratos de absorção rápida e com longos períodos entre as refeições.

Quem é mais propenso a ter um problema de hipoglicemia? As pessoas que estão de regime, as nervosas e os atletas.

DIAGNÓSTICO:

Os exames médicos podem incluir a análise de glicose sanguínea e de tolerância à glicose para descartar outros problemas.

O teste que geralmente ser realizada para verificar uma possível hipoglicemia reativa é o Teste de Tolerância a Glicose (que costuma ser feito em um período de 2 a 6 horas). No entanto, alguns médicos recomendam.

Pessoalmente, acho que se se optar por realizar esse teste de laboratório, deve ser apenas para confirmar o diagnóstico, e NUNCA para serem descartadas.

É importante respeitar a individualidade bioquímica de cada paciente: há pessoas que durante o teste podem mostrar sintomas e desconforto, com apenas uma redução de 2 mg de glicose dentro dos parâmetros aceitos e, no entanto, o teste não indica nenhum desequilíbrio.

Tem sido demonstrado em diversos estudos, por exemplo, o da Dra Taylor publicado no Journal of Analisador Medicine, em 1988, que os sintomas que aparecem durante o teste são mais intensos não no momento mais baixo do nível de glicose, mas meia hora mais tarde. Isso pode até segunda na hora de fazer um diagnóstico.

Por outro lado, o ponto mais baixo do nível de glicose pode durar muito pouco tempo, e se as amostras de sangue não é um assunto muito regularmente a hipoglicemia reativa pode passar despercebida.

Se se leva a cabo o teste, é importante também ter em conta a dieta do paciente; os horários de refeição; história familiar de enxaquecas, alergias, diabetes, epilepsia, depressão… ; desequilíbrios sofridos no passado, como hepatite, problemas de vesícula, náuseas durante a gravidez (…); e possíveis deficiências nutricionais.

TRATAMENTO:

Alimentação:

Uma dieta equilibrada é fundamental para prevenir, controlar e combater a hipoglicemia reativa, o uso do super chá da vida para diabete é uma terapia natural que tem dá bons resultados. É importante que consulte um nutricionista.

A sua dieta deve ser pobre em carboidratos de rápida absorção e refinados, moderada em gordura e que contenha proteínas, frutas e vegetais.

Dicas importantes:

  • Faça de cinco a seis refeições ao dia, deixando três horas entre elas. As refeições mais fortes têm de ser pequeno-almoço e almoço.
  • Não se pular as refeições.
  • Evite o açúcar e os alimentos que contêm açúcar (especialmente com o estômago vazio). Uma alternativa muito saudável é substituir o açúcar por estévia, um adoçante natural e sem calorias com propriedades muito interessantes (antioxidante, estimulante do sistema imunitário, antialérgico,…).
  • Substituir o pão branco, o pão de centeio. Você tem muito bom gosto, é muito mais digestivo e proporciona mais nutrientes do que as farinhas refinadas.
  • Evite o mais possível o álcool, o tabaco, a cafeína, teína e as bebidas gasosas.
  • Bebe sumos de fruta sem açúcar adicionado. Cuidado com os sucos embalados.

Exercício:

O exercício é fundamental para a nossa saúde. No entanto, o excesso de exercício pode diminuir o nível de glicose. Assim, recomenda-se seguir uma rotina de exercício suave. Sabe-Se que este ajuda a manter ótimos níveis hormonais, além de ajudar a que a glicose entre o melhor das células, aumentando a energia, sem a necessidade de insulina. Boas opções de exercício são: caminhar, nadar, andar de bicicleta, yoga, tai-chi,… É importante fazer um pouco de exercício suave diariamente com sessões de meia hora de duração.

Psicoterapia:

Às vezes, o problema não é apenas devido a fatores fisiológicos, mas também há aspectos psicológicos que podem ter iniciado, agravado ou mantido a situação. Por exemplo, personalidade ansiosa, situações de estresse continuado, assuntos por resolver, crises e transtornos de ansiedade, luto, nesses casos a psicoterapia pode ajudá-lo de forma paralela para resolver seus problemas.

Você é feliz?

A felicidade não é um propósito simples, porém é uma série, como resultado de se esforçando, procurando, obter e preservar o trabalho de auto realização e feliz, inclusive até quando é tão evasivo como constantemente. Ser feliz, várias vezes significa obter contentamento / entusiasmo, sentindo-se aprazerado, e sentindo que sua vida é significativa. Ninguém é aprazerado e vivo o tempo todo, porém algumas pessoas são definitivamente mais satisfeitas que os mais. Agora, uma vez que ser feliz é bom para sua saúde, o que podemos realizar?

Falsear a sua vida. O indivíduo sente uma propensão melancólico para rever experiências negativas, porém esquecem as positivas. Entretanto, graças à adaptabilidade (neuroplasticidade), você pode de fato modificar a maneira como as utilidades de vida. Você pode exercitar sua vida para ser mais feliz.

Execução de pensamentos. Concentrando-se em suas experiências na hora presente, sem julgá-los pode ajudá-lo a tornar-se mais compassivo para si mesmo e para os mais.

Devanear. Atividades que promovam a observação, até mesmo, uma prece prolongada pacífica, yoga, Tai Chi, supletivo a distancia ou pensamento alegórico, de fato modificar um setor de seu cérebro tragada ínsula.

Faça pequenos acidentes em apreciadas “experiências”. Concentre-se e conservar a grande hora pouco em um retrato, criar uma chegada de diário ou Facebook ou realizar um vídeo limitado. Faça a convicção de um dia ataviado de luminosidade; consentir um discurso de um colega. Por que – o que irá exercitar seu cérebro para ser mais feliz por autenticar ativamente a beleza de pequenos momentos e transformá-los em memoráveis ​​”experiências”.

Animar um tanto, tranco, travessar e conversar nesses momentos, e eles não irão enganar-se tão silenciosamente por meio de das rachaduras de memória. Diga: “Obrigado!”; criar notas de recompensação no Facebook, utilizar o artigo, e-mail ou portador clássico, valorizando os indivíduos em grande maneira.

Olhe para o lado conveniente em todas as suas experiências. O primitivo conceito de que você obter o que você consumo é verdade. Começar, saiba como. Por causa isto, torná-lo um comportamento de buscar ativamente o conveniente em qualquer experiência. Não é apenas bom para a sua felicidade maior parte, é bom para sua saúde física e estimula o sistema imunológico.

Consentir duras experiências e complicações como vagas de preparação. Pode ser desafiante para deixar desafios ou obstáculos nos impedem de sentir-se feliz. Às vezes, parece que não há nada de bom sobre uma situação ou experiência singularidades. Entretanto, é fundamental julgar sobre até mesmo os maiores contratempos como experiências que podemos capacitar-se a começar por grandes resultados na fortuna / amanhã.

Não desista de suas ideias. Porém ao invés deixar-se retratar ou ver estes desafios como fissuras, ele usou-os como experiências de preparação para sua próxima esforço. Clique aqui e veja como você pode trabalhar a sua mente com outras coisas.

Cultive a positividade. Por que passar a ter na loteria não realizar os indivíduos felizes? Na dezena de 1970, cientistas acompanharam indivíduos que tinha ganhado na loteria e descobriu que um ano em seguida, eles não eram mais felizes que indivíduos que não tiveram. Isto é denominado como aclimação hedonista, o que insufla que cada um de nós possui uma “base” de felicidade a que voltaremos. Não importa o que os acidentes ocorrem, bom ou desalmado, o resultado sobre a nossa felicidade é temporário, e felicidade tende a metamorfosear rápido para o nível da série de base. Alguns indivíduos sente um nível de felicidade de série de base mais viaduto que mais, e que se precisa em parte à genética, porém similarmente é em grande parte influenciada pela maneira como você pensa.

Há quantidade em intenções, ter um objetivo: A positividade similarmente tende a restabelecer as suas relações pessoais e de trabalho melhor. Positividade é mais que expectativas pouco positivas. O progresso de uma visão esperançoso significa julgar sobre si mesmo e seu mundo em termos limitados, flexíveis.

O que estudo mundial indica?

Uma nova técnica para medir o estado das florestas do mundo desenvolvido por uma equipe internacional de pesquisadores indica que o planeta pode estar chegando a um “ponto de reversão” em relação ao desflorestamento.

O estudo, publicado na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences, revelou no TCC sem drama mede o volume de madeira, biomassa e carbono capturado, ao invés de considerar apenas a área coberta por árvores, para medir o desflorestamento.A técnica foi aplicada a dados do relatório sobre florestas da FAO (a agência da ONU para agricultura e alimentação) e indicou que os estoques de florestas haviam aumentado em 22 dos 50 países com maiores áreas florestais ao longo dos últimos 15 anos.

Ela também mostrou um aumento na biomassa e na capacidade de armazenamento de carbono em metade dos 50 países.Porém o estudo indicou que a área florestal e a biomassa continuam em declínio no Brasil e na Indonésia, que abrigam algumas das maiores e mais importantes florestas tropicais do mundo.

Tendência positiva“A tendência é melhor do que se acreditava anteriormente”, disse à BBC Pekka Kauppi, um dos autores do estudo. “Vemos perspectivas para o fim do desflorestamento. Não podemos fazer uma previsão, mas isso é possível.”Kauppi, da Universidade de Helsinki, disse que os dados da nova metodologia, chamada Identidade Florestal, oferecem uma visão mais sofisticada do que estudos anteriores.“Antes o foco estava quase que exclusivamente sobre o tamanho da área florestal”, explica.

“Agora, nós incluímos outros componentes, incluindo a biomassa e a quantidade de carbono armazenada.”Segundo ele, este método oferece um melhor entendimento dos recursos naturais. “Quando olhamos para mudanças tanto na área coberta por florestas quanto na biomassa, podemos ter uma visão completa dos ecossistemas”, comenta.Relação econômica.

O estudo mostrou uma correlação entre o crescimento econômico do país e a mudança no padrão de desflorestamento.

Os pesquisadores descobriram que quando o PIB (Produto Interno Bruto) per capita chegava a US$ 4,6 mil (cerca de R$ 9,9 mil), muitas nações começaram a verificar um aumento no estoque crescente de florestamento (volume de madeira utilizável).Para Kauppi, nenhum país destrói intencionalmente suas florestas, mas a população o faz por necessidade. “Populações rurais, que são pobres e crescentes, têm de converter novas áreas para a agricultura e para o cultivo de subsistência”, observa.

“Então, as pressões sobre as florestas são reduzidas se as pessoas têm outras fontes de renda. Não estamos dizendo que as pessoas, por serem mais ricas, não destroem as florestas, mas isso é um sinal de que as sociedades aplicam bem a lei e têm boas políticas rurais.”Mas ele reconhece um risco de obter uma visão distorcida por conta das importações de madeira e produtos de madeira das nações mais pobres pelos países ricos, que preservam assim suas próprias áreas verdes.

“Este é um problema sério”, diz Kauppi. “Isso é chamado de ‘vazamento’ ou de ‘exportação de impacto ecológico’ e existe, infelizmente.”Mas ele enfatiza que, no geral, o comércio internacional não é negativo. “Se a produção agrícola acontece em regiões altamente produtivas, a terra pode ser protegida ou salva em algum outro lugar por meio de acupuntura coreana.”Ferramenta Kauppi diz esperar que o método da Identidade Florestal possa ser usado como uma ferramenta para ajudar governos e legisladores a formular estratégias efetivas para combater o desflorestamento.

“Você pode, por exemplo, estabelecer objetivos ao analisar as mudanças na área florestal e na densidade florestal e então fazer projeções sobre alternativas de futuro”, avalia.“Não se pode mudar as coisas de um dia para o outro. Fazer promessas que não são realistas é ruim.

Você precisa estabelecer objetivos exigentes, mas ainda assim possíveis de serem atingidos.”Kauppi diz estar otimista sobre o futuro das florestas do mundo no longo prazo, mas adverte que uma ação apropriada é essencial.“Principalmente, isso tem relação com as pessoas que moram nas áreas rurais dos países em desenvolvimento”, conclui. “Suas condições de vida podem ser melhoradas? Se podem, então existem razões para estar otimista.

Para modelos jovens, anorexia é ameaça distante

Lindas, altas e magras, quase todas as adolescentes que chegaram à final do concurso Supermodel Brazil citam a competição, os cuidados com a beleza e a distância da família como as principais dificuldades na carreira que estão começando.O Supermodel Brazil, promovido pela agência Ford Models, foi vencido por Vanessa Cruz, 15 anos, gaúcha de Morro Reuter.

Como prêmio, Vanessa vai assinar um contrato de R$ 150 mil com a agência no Brasil e representar o país na versão mundial do concurso, em NY. O prêmio do Supermodel of the World, vencido pela brasileira Camila Finn no ano passado, é um contrato de R$ 250 mil com a Ford americana.A anorexia, assunto incômodo que voltou à tona desde a morte da modelo Ana Carolina Reston em decorrência de complicações ligadas à doença, há duas semanas, assusta, mas ainda parece distante para meninas que, aos 13, 14 anos, estão no auge do seu metabolismo.”Tem outros modos de emagrecer: ir à nutricionista, ter uma dieta adequada, malhar”, afirma Vanessa, 1,72 m e 45 kg. “Adoro comer.

Tenho certeza de que não vou ficar com bulimia ou anorexia”, diz a finalista Jessica Alvaristo, que tem 1,72 m e 51 kg. “O meu scouter (olheiro) acha que estou meio gordinha aqui”, diz, apontando para a barriga. “Ele me dá dicas de como comer, mas de uma maneira saudável”, acrescenta a modelo, que diz controlar o consumo de chocolate e salgadinhos. “Às vezes, eu como. É difícil largar.” Genética. Algumas não escondem a irritação ao terem de responder questões sobre o assunto.

“Nem todo mundo é anoréxico. Tem gente que é magra mesmo”, diz Alessandra Albrecht, de 14 anos, que tem 1,80m de altura e pesa 54 quilos.Embora não tenha participado do concurso, Alessandra, já contratada pela Ford, acompanhava na segunda-feira os preparativos das meninas que, assim como ela, agora serão contratadas pela agência.Como é comum entre as adolescentes que seguem a carreira, ela mora com outras modelos em São Paulo desde os 12 anos. “Eu vejo as minhas amigas brincando de boneca e eu vendo como administrar o meu dinheiro.”“Tem que amadurecer um pouco mais cedo, mas é o que a gente quer.

Tem que lutar por isso”, diz a gaúcha Lovani Pinnow, de 15 anos, uma das finalistas do concurso. Para Lovani, a carreira pode lhe oferecer, além de dinheiro, a oportunidade de conhecer lugares novos e “desenvolver a cultura”.A maior parte das meninas vem de cidades pequenas, com alguns milhares de habitantes, e esperam com a carreira poder ajudar a família com o dinheiro que ganharem nas passarelas. A finalista Rafaela Link, 13 anos, faz planos de deixar o Rio Grande do Sul e também se mudar para São Paulo. Rafaela diz que os pais não se preocupam porque sabem que é seu “sonho”, mas tem dúvidas de como será a vida sem a mãe, que veio com ela a São Paulo para a final, sua Mãe tem usado super slim X para emagrecer assim como  filha.

“Ela faz tudo para mim.””Disse para ela que pode me avisar se eu estiver exagerando”, conta Rafaela, lembrando que Ana Carolina Reston refutava os alertas da mãe quando começou a emagrecer demais.”Fiquei surpresa. Como pode acontecer com ela, pode acontecer com a gente.”Saúde ModeloA preocupação com a saúde das modelos fez a Ford aderir, há seis anos, ao projeto Saúde Modelo, coordenado pelo médico Mauro Fisberg.Fisberg, que deu uma palestra sobre nutrição às finalistas na véspera do concurso, diz que os distúrbios alimentares costumam aparecer mais tarde, quando a fase de crescimento termina e as meninas passam a ganhar curvas.

“Agora elas estão bem, como todas as adolescentes. A preocupação é com o que vão fazer no futuro para manter esse padrão”, diz Fisberg.Embora se privem de guloseimas consumidas por meninas da sua idade, essas meninas já contam com o metabolismo acelerado – e uma genética favorecida – para manter as medidas baixas.”Elas estão numa faixa de transição do metabolismo. As variações de abdômen, quadril e seios ocorrem num período muito curto.

“Quando morreu, Ana Carolina Reston tinha 21 anos e, com 1,72 m, pesava 40 quilos.O médico defende que a idade mínima para modelos contratadas seja de 14 anos pois nesse ciclo de vida ainda não á uma erupção sexual– no caso do Supermodel, são aceitas meninas a partir de 13 anos.Alessandra Albrecht, de 14 anos, garante que não vai “estragar o próprio corpo” para se manter nas passarelas, se começar a engordar.Ainda assim, Fisberg diz que as meninas não têm maturidade emocional para lidar com as pressões da carreira e, por isso, precisam de apoio psicológico da família e de profissionais que conheçam a área de Saúde e o meio.Segundo o médico, pela profissão, elas estão mais sujeitas do que outras adolescentes a sofrer distúrbios alimentares.

“Infelizmente precisa que alguém morra para que isso seja discutido de forma séria”, diz o médico.De acordo com Fisberg, é impossível precisar qual é a incidência de meninas abençoadas com medidas tão adequadas às passarelas, mas ele próprio chama a atenção para o fato de 650 mil adolescentes terem se inscrito no concurso da Ford.Por outro lado, o médico diz que mais do que das modelos, a maior pressão sobre as adolescentes “comuns” para que sejam magras vem da televisão. “As atrizes são grandes chamarizes, atingem muito mais a população. Não se pode vilanizar só as modelos”, conclui.

Dicas de como fazer um jantar romântico

Dicas de como fazer um jantar romântico

Preparar um jantar romântico para ocasiões especiais pode até parecer fácil, mas nem sempre é assim. Afinal, é preciso agradar alguém que nem sempre gosta das mesmas coisas que você, além de às vezes não ter muito tempo disponível para fazê-lo e para dar atenção aos mínimos detalhes. Mas, mesmo com todos esses obstáculos no caminho, algumas dicas são fundamentais para que tudo dê certo na hora de agradar à pessoa especial com uma surpresa dessas.

Para começar, é preciso preparar o ambiente. Pode ser a própria casa ou um lugar que seja significante para os dois e onde seja fácil ficarem a sós. Caso a casa seja o local escolhido, não se esqueça de arrumar tudo e tirar qualquer bagunça de vista, isso tudo vai causando uma verdadeira erupção sexual. Limpe bem, principalmente o ambiente que será mais usado, no caso, a cozinha ou sala de jantar. As primeiras impressões marcam sempre e deve estar tudo certo.

Depois, é hora de arrumar a mesa. Junto com ela, vem a iluminação. A marca registada dos jantares românticos são as velas, então, escolha várias: altas, médias e pequenas, para colocar na mesa e em outros móveis ao redor. Não é recomendável velas com cheiro, pois, nem sempre fica tão agradável como parece. Outra ideia é usar o chão, algumas almofadas e uma mesa mais baixinha, que dá um ar ainda mais moderno e super romântico.

Outro toque de romantismo são flores. Elas também podem enfeitar a mesa e os lugares próximos, mas é preciso ter cuidado para não deixá-las muito próximas das velas, porque senão, o que era para ser bom, pode virar um caos. Algumas rosas vermelhas e lírios brancos são perfeitos para compor o ambiente, mas de forma moderada.

Os aromas também são uma boa pedida. Ao contrário das velas de cheiro, eles têm toques mais suaves, dando um toque bem leve e especial no ar. Além disso, ele pode tirar qualquer cheiro de comida que fique no ar, o que às vezes pode não ser agradável.

conquistar uma mulherE por falar em comida, é preciso alguns preparativos antes de começar essa parte. Primeiro, se for boa cozinheira, compre os ingredientes com antecedência e, se possível, deixe os alimentos pré cozidos e os que forem possíveis, já prontos, assim, fica mais fácil esquentar minutos antes de o encontro começar. Mas, caso cozinhar não esteja nos seus planos, seja por falta de tempo ou de técnica nesse assunto, recorra a um bom take-away, esse é o segredo por trás do segredo. Um jantar romântico pede sabores que apelem a todos os sentidos, desde que ambos gostem – escolha entre comida tradicional, italiana, japonesa, chinesa…

Então, é hora de escolher as bebidas. Alguns preferem a cerveja, mas nem sempre é recomendável porque ela pode estufar, além do famoso hálito de cerveja ser tudo menos romântico! Um bom vinho ou champanhe combinam perfeitamente com a ocasião, ou então, alguns coquetéis preparados por você, o que não é difícil de fazer e pode ser facilmente encontrado na Internet. Mas lembre-se, nada de beber até cair, a bebida é apenas para completar o jantar. Agora, se você ou ele preferem bebidas não alcoólicas, coquetéis sem álcool também são uma ótima opção.

E a roupa? Será que faz diferença mesmo sendo um jantar em casa? Claro que sim! Sabe como deixar um homem louco? Nada como uma roupa feminina e sexy… pode fazer toda a diferença, especialmente quando combinada com uns saltos altos, uns cabelos soltos e um perfume sensual….

Por último, lembre-se que é um jantar descontraído, feito para um conhecer mais o outro, rir e se divertir. Procure ter um papo informal, e nunca deixe que o silêncio prevaleça, pois nem sempre isso é um bom sinal, mas claro, não deixe a troca de olhares de fora. Sem preocupações ou compromissos, apenas relaxe e certifique-se de que tudo está certo até nos mínimos detalhes.

Agradar uma pessoa que você gosta nunca é demais e seguindo as dicas acima, fica mais fácil ainda, mas claro que pode acrescentar o seu toque especial e pessoal, deixando tudo mais romântico ainda. Acrescentar alguma surpresa para ele é uma ótima ideia, mas isso fica por conta própria, depois é só aproveitar muito bem a noite…

Dra. Mara Andreia Valadão fala sobre a Dieta Livre

Dra. Mara Andreia Valadão  fala sobre a Dieta Livre e Como emagrecer num jantar de negócios?
Parece quase impossível conciliar perda de peso com jantares, almoços, coquetéis e coffee-breaks. Mas, se você é um profissional que está constantemente exposto a este tipo de situação, deverá optar por uma das duas soluções: você pode desistir de controlar seu peso alegando que isto é impossível e correndo risco de ficar com pressão sob controle, ou pode achar uma solução e fazer algo a respeito. Se você prefere ficar com a segunda opção, responda a estas perguntas antes de se preparar para o próximo banquete empresarial:


1. Estou realmente decidido a emagrecer?

Emagrecer é um objetivo que depende de infinitas pequenas escolhas alimentares, feitas no dia a dia, para ser alcançado, e isso pode ser definitivo para mudar sua saúde e causar até fortes ereções se for homem (Leia sobre o Ereção 3x). Lembre-se, a cada alimento que escolher comer: esta escolha pode aproximá-lo ou afastá-lo de seu objetivo. Portanto, antes de partir para a mesa do buffet, decida se você quer comer para controlar o seu peso ou se prefere continuar do jeito que está. Uma vez feita a sua escolha, tenha uma atitude condizente com ela.

2.Eu estou com fome?

A fome (física) normalmente indica que precisamos repor alguns nutrientes necessários ao organismo. Portanto, se você estiver com fome, nada melhor do que comer alguma coisa. Você só deve estar atento para parar quando não estiver mais sentindo fome. Isto significa que você não deve sair do evento pensando em tomar um chá para a digestão ou um antiácido.

3. Quais são os alimentos que realmente me agradam?

Se a oferta é muita, escolha os alimentos que mais te agradam. Tente não comer tudo que vê pela frente só porque é de graça. Coma com prazer, saboreando, sem pressa e sem medo que acabe. Lembre-se que esta situação é freqüente em sua vida. Logo, você não precisa comer tudo hoje.

4. O que é mais importante para mim nesta situação?

Lembre-se de suas prioridades profissionais. Afinal, esta refeição faz parte de um evento maior que inclui participar de um treinamento, fechar um contrato. Comer não é o ponto principal da atividade, e sim desempenhar seu papel profissional.

5. Esta situação altera minha alimentação?

Se você costuma comer mais rápido e em maior quantidade neste tipo de situação. Procure ter atenção quando comer. Coma devagar e saboreie o alimento. Responder a estas cinco perguntas durante os eventos de sua empresa pode ajuda-lo a ter resolver esta situação crítica para quem quer emagrecer, comer com prazer, se divertir e controlar seu peso ao mesmo tempo.
Bom jantar! Voltar para o índice de artigos.

 

Bancos sobem e ajudam Bolsa a fechar no maior nível desde novembro

O principal índice da Bolsa brasileira fechou nesta segunda-feira (5) em alta de 0,88%, aos 53.446 pontos, impulsionado pelo bom desempenho das ações de bancos, embora a mineradora Vale tenha amenizado o avanço do Ibovespa. É a maior pontuação desde 18 de novembro de 2013, quando ficou em 54.307 pontos.

No setor financeiro, Banco do Brasil (+1,97%), Itaú Unibanco (+1,07%), Santander (+1,15%) e os papéis preferenciais do Bradesco (+2,18%), sem direito a voto, ajudaram o Ibovespa a sustentar seu segundo dia seguido no azul.

Os bancos subiram desde o fim da semana passada, principalmente porque esse setor ganhou espaço na composição do Ibovespa, que começou a vigorar nesta segunda. Isso forçou grandes fundos indexados ao índice a aumentar suas exposições a esses papéis, forçando os preços para cima, diz Filipe Machado, analista da Geral Investimentos.

A BM&FBovespa divulgou hoje a versão final da composição do Ibovespa para o período entre maio e agosto, confirmando que o Itaú Unibanco terá mais peso que a Petrobras no índice. O Bradesco também ganhou uma participação na lista, que começou a vigorar hoje.

A fabricante de bebidas Ambev também teve alta, de 3,06%. A ação da empresa foi outra que conquistou mais espaço na nova composição do Ibovespa, com a quarta maior fatia do índice neste quadrimestre, de 5,800%.
O avanço, segundo analistas, reflete também uma correção à forte perda registrada pela Ambev na semana passada, quando a Receita Federal divulgou mudança na tabela de tributação sobre bebidas frias.

PETROBRAS E VALE

Os papéis mais negociados da Petrobras chegaram a cair 1,65% ao longo do dia, mas amenizaram a perda ao longo da tarde e fecharam com ligeira desvalorização de 0,17%.

Também caíram as ações preferenciais da Vale (-0,73%), depois que a leitura final do Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) HSBC/Markit sobre o setor industrial chinês ficou em 48,1 em abril, quarto mês seguido de contração e abaixo da leitura preliminar do indicador.

A China é o principal comprador internacional do minério de ferro produzido pela mineradora brasileira, por isso uma desaceleração da economia chinesa preocupa os investidores da Vale.

ELETROBRAS

Em sentido oposto, as ações da estatal Eletrobras tiveram ganhos. Os papéis ordinários da empresa de energia, com direito a voto, subiram 2,25%, enquanto os preferenciais mostraram valorização de 1,47%.

É um reflexo do acirramento da disputa pela eleição presidencial em outubro, afirma Machado. O mercado continua interpretando a perda de espaço da presidente Dilma Rousseff nos levantamentos de intenções de voto como uma sinalização positiva, pois uma mudança de governo poderia significar menos intervenções políticas na gestão das estatais, acrescenta.

 

CÂMBIO

No mercado de câmbio, as intervenções do Banco Central deram o tom das negociações, segundo operadores. Isso porque a autoridade monetária reduziu o volume de contratos oferecidos em leilão de rolagem dos vencimentos de swaps cambiais (operação equivalente à uma venda futura de dólares).

Foram vendidos todos os 5.000 papéis ofertados, que venceriam em 2 de junho, pelo total de US$ 247,1 milhões. Nas últimas operações desse tipo, o BC ofereceu 10.000 papéis.

Vimos uma entrada grande de recursos no país nas últimas semanas, o que trouxe a cotação do dólar para perto de R$ 2,20. É natural que a autoridade monetária, neste caso, reduza o ritmo de estímulo ao mercado através de suas intervenções, diz Marcos Trabbold, operador da B&T Corretora de Câmbio.

O dólar à vista, referência no mercado financeiro, fechou o dia em alta de 0,92% sobre o real, cotado em R$ 2,239 na venda. Já o dólar comercial, usado no comércio exterior, teve avanço de 1,26%, para R$ 2,247.

Operadores também atribuíram a alta do dólar ao clima de incertezas política na Ucrânia e à desaceleração da indústria chinesa, que aumentou a procura dos investidores por aplicações consideradas mais seguras, como a moeda americana.

Conheça mais: certidão de inteiro teor

Como Funciona a Bolsa de Valores – BOVESPA

Seguro residencial

Qual o valor do seguro residencial?

Não existe um valor base para a cobrança do seguro residencial, isso irá depender de diversos fatores, como: seguradora, estado do imóvel, localização, entre outros. Para que você possa verificar qual o valor que você deverá pagar mensalmente pelo seu seguro residencial, você deverá entrar em contato com o corretor de seguros para que ele possa avaliar a situação. O valor poderá depender da seguradora que você escolher, por isso é importante fazer uma pesquisa antes de assinar o contrato.

O que o seguro residencial cobre?

Para que você possa avaliar o que o seu seguro residencial cobre, o ideal é que você converse com o corretor de seguros ou com a seguradora, mas normalmente, a cobertura básica do seguro residencial inclui: queda de raios, incêndios, explosão causada por gás de uso doméstico e suas consequências, como desmoronamento, a impossibilidade de proteger ou de remover os salvados, as despesas que surgirem com o combate ao fogo, desentulho do local e salvamento. Além dessas coberturas, ainda podem existir outras, mas isso irá depender de cada seguradora.

O seguro residencial, assim como outros tipos de seguros, possui uma cobertura básica, além de oferecer coberturas adicionais. No caso das coberturas adicionais, cada segurado escolhe os serviços que ele tem interesse e contrata eles separadamente, sendo que será cobrado um valor extra para cada serviço. Para verificar quais as coberturas básicas e as adicionais do seu seguro, converse com o corretor ou verifique o seu contrato.

O seguro residencial cobre roubos?

Sim, mas isso é uma cobertura adicional, ou seja, ela não faz parte do pacote básico do seguro. Para poder incluir esse serviço n sua apólice, você deverá solicitar ao corretor de seguros ou para a seguradora, sendo que cada cobertura adiciona tem um valor próprio e a parte.

Imóveis alugados podem ter seguro residencial?

Sim, o seguro residencial serve tanto para imóveis próprios quanto para imóveis que sejam alugados, mas é necessário prestar atenção no que o seguro irá cobrir para que não ocorra nenhum problema no futuro. No caso do proprietário do imóvel fazer um seguro residencial, ele terá a cobertura para o prédio, no caso de incêndios, por exemplo. Já se o locatário quiser fazer o seguro, ele terá a cobertura do prédio, que deverá ter como beneficiário o proprietário do imóvel, e tudo que estiver dentro do local.

Posso trocar de seguradora?

Sim, todos os segurados podem trocar de seguradora a qualquer momento, mas se você quiser trocar de seguradora antes do prazo final do seu contrato, você deverá pagar uma multa pela rescisão do contrato antes do prazo. Outra opção é aguardar o período para fazer a renovação do seu seguro e caso você tenha interesse, poderá mudar de seguradora nesse momento sem ter que pagar nenhuma multa.
Existem diversas seguradoras que realizam esse serviço, o ideal é que você pesquise antes de decidir qual é a melhor opção para você e analise o contrato antes de assinar, dessa forma você consegue evitar o desperdício de dinheiro.

Para saber mais, acesse: www.logisticananuvem.com.br/seguro-de-transporte-de-carga-cotacao

Guia para ganhar massa muscular – Tudo sobre Massa Muscular!

Se você pensa em melhorar o seu shape e estar em forma, e procura aumentar a massa muscular do seu corpo, hoje trazemos algumas dicas de ouro para ganhar massa muscular facilmente, com a ajuda do treinamento e outros fatores que influenciam a hipertrofia muscular.

Dicas para ganhar massa muscular

Como ganhar massa muscular rápido

As chaves ou os grandes básicos da hipertrofia que nos permitirão definitivamente obter ganho de massa muscular que estamos procurando para ter um corpo mais volumoso e com a boa forma são apenas três, dicas!

Dieta para hipertrofiar:

O que deve ser suficiente calorias ou ligeiramente hipercalórica, deve oferecer um pouco mais de proteínas do que as que costumamos consumir e também deve ser adequada em carboidratos, gorduras e micronutrientes. Tendo em conta estes factores, pode saber o que comer para ganhar massa muscular.

Treinamento intenso:

O trabalho físico para hipertrofiar deve ser duro, pois deve gerar estresse e microrupturas nas fibras musculares de forma tal que, posteriormente, com os nutrientes e o descanso adequado, possa compensar a perda e crescer mais do que antes.

Descanso correto:

Não apenas falamos de ter um bom sono a cada noite, de qualidade e de quantidade e adequada, mas também, de descansar entre um dia de treinamento e outro de modo a que os músculos possam se recuperar e, finalmente, crescer como verdadeiramente desejamos.

Estas são as três grandes chaves que devemos cumprir para poder ganhar massa muscular que, como se pode ver, requer todo o nosso estilo de vida à disposição do realização deste objetivo, pois assim como é difícil se desfazer de massa corporal, e também exigimos dedicação, perseverança e paciência para hipertrofiar os músculos.

Truques para ganhar massa muscular

Nós já mostramos as chaves ou os conceitos básicos para obter ganho de massa muscular, mas dentro de cada um deles podemos encontrar variados truques ou dicas que podem favorecer a hipertrofia.

Focada no treinamento sobre tudo, alguns conselhos e/ou dicas que você pode usar para ganhar massa muscular são:

Sobrecarga:

Como dissemos, o músculo deve esforçar-se e trabalhar em uma intensidade elevada, se quisermos causar um pequeno dano que, depois, se traduza em crescimento. Para isso, é importante usar cargas e aumentar progressivamente as mesmas.

Confusão muscular:

Sempre dizemos que a variedade é o gosto e é sobre isso que trata o “confundir nossos músculos”, pois, para que nosso corpo trabalhe e se esforce, é importante variar a rotina, a carga, a postura e outros fatores que permitam que o esforço ou estímulo para crescer, continue a ser eficaz.

Trabalhar lento:

Se você quer resultados rápidos, reduzir a velocidade de trabalho pode ser de muita ajuda, pois, como mostramos anteriormente, é necessário um tempo mínimo de tensão muscular para que ele incentive a hipertrofia. De fato, foi comprovado que uma repetição deve durar entre 0,5 e 8 segundos, se queremos ganhar massa muscular.

Realiza séries descendentes ou ascendentes:

Você deve aumentar ou reduzir as cargas entre uma série e outra, ou, ainda, aumentar as repetições e reduzir cargas ou reduzir repetições e aumentar cargas à medida que se avança de uma série para outra. Isso intensifica o trabalho dos músculos e também é conhecido treinamento em pirâmides.

Super séries:

Consiste em realizar duas séries de dois exercícios diferentes ou iguais, sem intervalo entre eles. Permite esgotar o músculo e exigir significativamente, por isso, é recomendado apenas em níveis avançados e de forma não muito frequente na rotina, pois, claramente, o corpo necessita de recuperação e descanso para crescer e mais esforço, mais vai precisar de descansar.

Acentuar a fase excêntrica:

Quando descemos a carga ao executar o exercício de bíceps ou o exercício de ombro, reduzimos a velocidade, estaremos evidenciando a fase negativa ou excêntrica do exercício, gerando maior tensão e estresse no músculo e assim, produzindo um estímulo eficaz para o ganho muscular.

Empregar exercícios básicos:

Como mobilizam vários grupos musculares ao mesmo tempo, geram um bom estímulo e exigem grande esforço, por isso, são imprescindíveis para ganhar volume e a massa muscular no corpo.
Estes são alguns dos truques e dicas que você pode aplicar em seu treino para assim, favorecer a hipertrofia muscular que você está procurando.

Suplemento para ganhar massa muscular:

Além do treinamento correto, da alimentação adequada é de suma importância fazer uso do suplemento somatodrol para ganhar massa muscular. E assim, potencializar ao extremo o ganho de músculos de forma rápida.

No entanto, não esqueça que o treino não é o único fator que determina o crescimento do músculo, mas também, influencia grandemente o adequado descanso e a alimentação correta.

Por isso, tenha paciência, não deixe de se esforçar e seja perseverante, pois só assim conseguirá ganhar volume e forma do seu corpo graças ao aumento de músculo no mesmo