Você é feliz?

A felicidade não é um propósito simples, porém é uma série, como resultado de se esforçando, procurando, obter e preservar o trabalho de auto realização e feliz, inclusive até quando é tão evasivo como constantemente. Ser feliz, várias vezes significa obter contentamento / entusiasmo, sentindo-se aprazerado, e sentindo que sua vida é significativa. Ninguém é aprazerado e vivo o tempo todo, porém algumas pessoas são definitivamente mais satisfeitas que os mais. Agora, uma vez que ser feliz é bom para sua saúde, o que podemos realizar?

Falsear a sua vida. O indivíduo sente uma propensão melancólico para rever experiências negativas, porém esquecem as positivas. Entretanto, graças à adaptabilidade (neuroplasticidade), você pode de fato modificar a maneira como as utilidades de vida. Você pode exercitar sua vida para ser mais feliz.

Execução de pensamentos. Concentrando-se em suas experiências na hora presente, sem julgá-los pode ajudá-lo a tornar-se mais compassivo para si mesmo e para os mais.

Devanear. Atividades que promovam a observação, até mesmo, uma prece prolongada pacífica, yoga, Tai Chi, supletivo a distancia ou pensamento alegórico, de fato modificar um setor de seu cérebro tragada ínsula.

Faça pequenos acidentes em apreciadas “experiências”. Concentre-se e conservar a grande hora pouco em um retrato, criar uma chegada de diário ou Facebook ou realizar um vídeo limitado. Faça a convicção de um dia ataviado de luminosidade; consentir um discurso de um colega. Por que – o que irá exercitar seu cérebro para ser mais feliz por autenticar ativamente a beleza de pequenos momentos e transformá-los em memoráveis ​​”experiências”.

Animar um tanto, tranco, travessar e conversar nesses momentos, e eles não irão enganar-se tão silenciosamente por meio de das rachaduras de memória. Diga: “Obrigado!”; criar notas de recompensação no Facebook, utilizar o artigo, e-mail ou portador clássico, valorizando os indivíduos em grande maneira.

Olhe para o lado conveniente em todas as suas experiências. O primitivo conceito de que você obter o que você consumo é verdade. Começar, saiba como. Por causa isto, torná-lo um comportamento de buscar ativamente o conveniente em qualquer experiência. Não é apenas bom para a sua felicidade maior parte, é bom para sua saúde física e estimula o sistema imunológico.

Consentir duras experiências e complicações como vagas de preparação. Pode ser desafiante para deixar desafios ou obstáculos nos impedem de sentir-se feliz. Às vezes, parece que não há nada de bom sobre uma situação ou experiência singularidades. Entretanto, é fundamental julgar sobre até mesmo os maiores contratempos como experiências que podemos capacitar-se a começar por grandes resultados na fortuna / amanhã.

Não desista de suas ideias. Porém ao invés deixar-se retratar ou ver estes desafios como fissuras, ele usou-os como experiências de preparação para sua próxima esforço. Clique aqui e veja como você pode trabalhar a sua mente com outras coisas.

Cultive a positividade. Por que passar a ter na loteria não realizar os indivíduos felizes? Na dezena de 1970, cientistas acompanharam indivíduos que tinha ganhado na loteria e descobriu que um ano em seguida, eles não eram mais felizes que indivíduos que não tiveram. Isto é denominado como aclimação hedonista, o que insufla que cada um de nós possui uma “base” de felicidade a que voltaremos. Não importa o que os acidentes ocorrem, bom ou desalmado, o resultado sobre a nossa felicidade é temporário, e felicidade tende a metamorfosear rápido para o nível da série de base. Alguns indivíduos sente um nível de felicidade de série de base mais viaduto que mais, e que se precisa em parte à genética, porém similarmente é em grande parte influenciada pela maneira como você pensa.

Há quantidade em intenções, ter um objetivo: A positividade similarmente tende a restabelecer as suas relações pessoais e de trabalho melhor. Positividade é mais que expectativas pouco positivas. O progresso de uma visão esperançoso significa julgar sobre si mesmo e seu mundo em termos limitados, flexíveis.

O que estudo mundial indica?

Uma nova técnica para medir o estado das florestas do mundo desenvolvido por uma equipe internacional de pesquisadores indica que o planeta pode estar chegando a um “ponto de reversão” em relação ao desflorestamento.

O estudo, publicado na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences, revelou no TCC sem drama mede o volume de madeira, biomassa e carbono capturado, ao invés de considerar apenas a área coberta por árvores, para medir o desflorestamento.A técnica foi aplicada a dados do relatório sobre florestas da FAO (a agência da ONU para agricultura e alimentação) e indicou que os estoques de florestas haviam aumentado em 22 dos 50 países com maiores áreas florestais ao longo dos últimos 15 anos.

Ela também mostrou um aumento na biomassa e na capacidade de armazenamento de carbono em metade dos 50 países.Porém o estudo indicou que a área florestal e a biomassa continuam em declínio no Brasil e na Indonésia, que abrigam algumas das maiores e mais importantes florestas tropicais do mundo.

Tendência positiva“A tendência é melhor do que se acreditava anteriormente”, disse à BBC Pekka Kauppi, um dos autores do estudo. “Vemos perspectivas para o fim do desflorestamento. Não podemos fazer uma previsão, mas isso é possível.”Kauppi, da Universidade de Helsinki, disse que os dados da nova metodologia, chamada Identidade Florestal, oferecem uma visão mais sofisticada do que estudos anteriores.“Antes o foco estava quase que exclusivamente sobre o tamanho da área florestal”, explica.

“Agora, nós incluímos outros componentes, incluindo a biomassa e a quantidade de carbono armazenada.”Segundo ele, este método oferece um melhor entendimento dos recursos naturais. “Quando olhamos para mudanças tanto na área coberta por florestas quanto na biomassa, podemos ter uma visão completa dos ecossistemas”, comenta.Relação econômica.

O estudo mostrou uma correlação entre o crescimento econômico do país e a mudança no padrão de desflorestamento.

Os pesquisadores descobriram que quando o PIB (Produto Interno Bruto) per capita chegava a US$ 4,6 mil (cerca de R$ 9,9 mil), muitas nações começaram a verificar um aumento no estoque crescente de florestamento (volume de madeira utilizável).Para Kauppi, nenhum país destrói intencionalmente suas florestas, mas a população o faz por necessidade. “Populações rurais, que são pobres e crescentes, têm de converter novas áreas para a agricultura e para o cultivo de subsistência”, observa.

“Então, as pressões sobre as florestas são reduzidas se as pessoas têm outras fontes de renda. Não estamos dizendo que as pessoas, por serem mais ricas, não destroem as florestas, mas isso é um sinal de que as sociedades aplicam bem a lei e têm boas políticas rurais.”Mas ele reconhece um risco de obter uma visão distorcida por conta das importações de madeira e produtos de madeira das nações mais pobres pelos países ricos, que preservam assim suas próprias áreas verdes.

“Este é um problema sério”, diz Kauppi. “Isso é chamado de ‘vazamento’ ou de ‘exportação de impacto ecológico’ e existe, infelizmente.”Mas ele enfatiza que, no geral, o comércio internacional não é negativo. “Se a produção agrícola acontece em regiões altamente produtivas, a terra pode ser protegida ou salva em algum outro lugar por meio de acupuntura coreana.”Ferramenta Kauppi diz esperar que o método da Identidade Florestal possa ser usado como uma ferramenta para ajudar governos e legisladores a formular estratégias efetivas para combater o desflorestamento.

“Você pode, por exemplo, estabelecer objetivos ao analisar as mudanças na área florestal e na densidade florestal e então fazer projeções sobre alternativas de futuro”, avalia.“Não se pode mudar as coisas de um dia para o outro. Fazer promessas que não são realistas é ruim.

Você precisa estabelecer objetivos exigentes, mas ainda assim possíveis de serem atingidos.”Kauppi diz estar otimista sobre o futuro das florestas do mundo no longo prazo, mas adverte que uma ação apropriada é essencial.“Principalmente, isso tem relação com as pessoas que moram nas áreas rurais dos países em desenvolvimento”, conclui. “Suas condições de vida podem ser melhoradas? Se podem, então existem razões para estar otimista.

Dicas de como fazer um jantar romântico

Dicas de como fazer um jantar romântico

Preparar um jantar romântico para ocasiões especiais pode até parecer fácil, mas nem sempre é assim. Afinal, é preciso agradar alguém que nem sempre gosta das mesmas coisas que você, além de às vezes não ter muito tempo disponível para fazê-lo e para dar atenção aos mínimos detalhes. Mas, mesmo com todos esses obstáculos no caminho, algumas dicas são fundamentais para que tudo dê certo na hora de agradar à pessoa especial com uma surpresa dessas.

Para começar, é preciso preparar o ambiente. Pode ser a própria casa ou um lugar que seja significante para os dois e onde seja fácil ficarem a sós. Caso a casa seja o local escolhido, não se esqueça de arrumar tudo e tirar qualquer bagunça de vista, isso tudo vai causando uma verdadeira erupção sexual. Limpe bem, principalmente o ambiente que será mais usado, no caso, a cozinha ou sala de jantar. As primeiras impressões marcam sempre e deve estar tudo certo.

Depois, é hora de arrumar a mesa. Junto com ela, vem a iluminação. A marca registada dos jantares românticos são as velas, então, escolha várias: altas, médias e pequenas, para colocar na mesa e em outros móveis ao redor. Não é recomendável velas com cheiro, pois, nem sempre fica tão agradável como parece. Outra ideia é usar o chão, algumas almofadas e uma mesa mais baixinha, que dá um ar ainda mais moderno e super romântico.

Outro toque de romantismo são flores. Elas também podem enfeitar a mesa e os lugares próximos, mas é preciso ter cuidado para não deixá-las muito próximas das velas, porque senão, o que era para ser bom, pode virar um caos. Algumas rosas vermelhas e lírios brancos são perfeitos para compor o ambiente, mas de forma moderada.

Os aromas também são uma boa pedida. Ao contrário das velas de cheiro, eles têm toques mais suaves, dando um toque bem leve e especial no ar. Além disso, ele pode tirar qualquer cheiro de comida que fique no ar, o que às vezes pode não ser agradável.

conquistar uma mulherE por falar em comida, é preciso alguns preparativos antes de começar essa parte. Primeiro, se for boa cozinheira, compre os ingredientes com antecedência e, se possível, deixe os alimentos pré cozidos e os que forem possíveis, já prontos, assim, fica mais fácil esquentar minutos antes de o encontro começar. Mas, caso cozinhar não esteja nos seus planos, seja por falta de tempo ou de técnica nesse assunto, recorra a um bom take-away, esse é o segredo por trás do segredo. Um jantar romântico pede sabores que apelem a todos os sentidos, desde que ambos gostem – escolha entre comida tradicional, italiana, japonesa, chinesa…

Então, é hora de escolher as bebidas. Alguns preferem a cerveja, mas nem sempre é recomendável porque ela pode estufar, além do famoso hálito de cerveja ser tudo menos romântico! Um bom vinho ou champanhe combinam perfeitamente com a ocasião, ou então, alguns coquetéis preparados por você, o que não é difícil de fazer e pode ser facilmente encontrado na Internet. Mas lembre-se, nada de beber até cair, a bebida é apenas para completar o jantar. Agora, se você ou ele preferem bebidas não alcoólicas, coquetéis sem álcool também são uma ótima opção.

E a roupa? Será que faz diferença mesmo sendo um jantar em casa? Claro que sim! Sabe como deixar um homem louco? Nada como uma roupa feminina e sexy… pode fazer toda a diferença, especialmente quando combinada com uns saltos altos, uns cabelos soltos e um perfume sensual….

Por último, lembre-se que é um jantar descontraído, feito para um conhecer mais o outro, rir e se divertir. Procure ter um papo informal, e nunca deixe que o silêncio prevaleça, pois nem sempre isso é um bom sinal, mas claro, não deixe a troca de olhares de fora. Sem preocupações ou compromissos, apenas relaxe e certifique-se de que tudo está certo até nos mínimos detalhes.

Agradar uma pessoa que você gosta nunca é demais e seguindo as dicas acima, fica mais fácil ainda, mas claro que pode acrescentar o seu toque especial e pessoal, deixando tudo mais romântico ainda. Acrescentar alguma surpresa para ele é uma ótima ideia, mas isso fica por conta própria, depois é só aproveitar muito bem a noite…

Bancos sobem e ajudam Bolsa a fechar no maior nível desde novembro

O principal índice da Bolsa brasileira fechou nesta segunda-feira (5) em alta de 0,88%, aos 53.446 pontos, impulsionado pelo bom desempenho das ações de bancos, embora a mineradora Vale tenha amenizado o avanço do Ibovespa. É a maior pontuação desde 18 de novembro de 2013, quando ficou em 54.307 pontos.

No setor financeiro, Banco do Brasil (+1,97%), Itaú Unibanco (+1,07%), Santander (+1,15%) e os papéis preferenciais do Bradesco (+2,18%), sem direito a voto, ajudaram o Ibovespa a sustentar seu segundo dia seguido no azul.

Os bancos subiram desde o fim da semana passada, principalmente porque esse setor ganhou espaço na composição do Ibovespa, que começou a vigorar nesta segunda. Isso forçou grandes fundos indexados ao índice a aumentar suas exposições a esses papéis, forçando os preços para cima, diz Filipe Machado, analista da Geral Investimentos.

A BM&FBovespa divulgou hoje a versão final da composição do Ibovespa para o período entre maio e agosto, confirmando que o Itaú Unibanco terá mais peso que a Petrobras no índice. O Bradesco também ganhou uma participação na lista, que começou a vigorar hoje.

A fabricante de bebidas Ambev também teve alta, de 3,06%. A ação da empresa foi outra que conquistou mais espaço na nova composição do Ibovespa, com a quarta maior fatia do índice neste quadrimestre, de 5,800%.
O avanço, segundo analistas, reflete também uma correção à forte perda registrada pela Ambev na semana passada, quando a Receita Federal divulgou mudança na tabela de tributação sobre bebidas frias.

PETROBRAS E VALE

Os papéis mais negociados da Petrobras chegaram a cair 1,65% ao longo do dia, mas amenizaram a perda ao longo da tarde e fecharam com ligeira desvalorização de 0,17%.

Também caíram as ações preferenciais da Vale (-0,73%), depois que a leitura final do Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) HSBC/Markit sobre o setor industrial chinês ficou em 48,1 em abril, quarto mês seguido de contração e abaixo da leitura preliminar do indicador.

A China é o principal comprador internacional do minério de ferro produzido pela mineradora brasileira, por isso uma desaceleração da economia chinesa preocupa os investidores da Vale.

ELETROBRAS

Em sentido oposto, as ações da estatal Eletrobras tiveram ganhos. Os papéis ordinários da empresa de energia, com direito a voto, subiram 2,25%, enquanto os preferenciais mostraram valorização de 1,47%.

É um reflexo do acirramento da disputa pela eleição presidencial em outubro, afirma Machado. O mercado continua interpretando a perda de espaço da presidente Dilma Rousseff nos levantamentos de intenções de voto como uma sinalização positiva, pois uma mudança de governo poderia significar menos intervenções políticas na gestão das estatais, acrescenta.

 

CÂMBIO

No mercado de câmbio, as intervenções do Banco Central deram o tom das negociações, segundo operadores. Isso porque a autoridade monetária reduziu o volume de contratos oferecidos em leilão de rolagem dos vencimentos de swaps cambiais (operação equivalente à uma venda futura de dólares).

Foram vendidos todos os 5.000 papéis ofertados, que venceriam em 2 de junho, pelo total de US$ 247,1 milhões. Nas últimas operações desse tipo, o BC ofereceu 10.000 papéis.

Vimos uma entrada grande de recursos no país nas últimas semanas, o que trouxe a cotação do dólar para perto de R$ 2,20. É natural que a autoridade monetária, neste caso, reduza o ritmo de estímulo ao mercado através de suas intervenções, diz Marcos Trabbold, operador da B&T Corretora de Câmbio.

O dólar à vista, referência no mercado financeiro, fechou o dia em alta de 0,92% sobre o real, cotado em R$ 2,239 na venda. Já o dólar comercial, usado no comércio exterior, teve avanço de 1,26%, para R$ 2,247.

Operadores também atribuíram a alta do dólar ao clima de incertezas política na Ucrânia e à desaceleração da indústria chinesa, que aumentou a procura dos investidores por aplicações consideradas mais seguras, como a moeda americana.

Conheça mais: certidão de inteiro teor

Como Funciona a Bolsa de Valores – BOVESPA

Seguro residencial

Qual o valor do seguro residencial?

Não existe um valor base para a cobrança do seguro residencial, isso irá depender de diversos fatores, como: seguradora, estado do imóvel, localização, entre outros. Para que você possa verificar qual o valor que você deverá pagar mensalmente pelo seu seguro residencial, você deverá entrar em contato com o corretor de seguros para que ele possa avaliar a situação. O valor poderá depender da seguradora que você escolher, por isso é importante fazer uma pesquisa antes de assinar o contrato.

O que o seguro residencial cobre?

Para que você possa avaliar o que o seu seguro residencial cobre, o ideal é que você converse com o corretor de seguros ou com a seguradora, mas normalmente, a cobertura básica do seguro residencial inclui: queda de raios, incêndios, explosão causada por gás de uso doméstico e suas consequências, como desmoronamento, a impossibilidade de proteger ou de remover os salvados, as despesas que surgirem com o combate ao fogo, desentulho do local e salvamento. Além dessas coberturas, ainda podem existir outras, mas isso irá depender de cada seguradora.

O seguro residencial, assim como outros tipos de seguros, possui uma cobertura básica, além de oferecer coberturas adicionais. No caso das coberturas adicionais, cada segurado escolhe os serviços que ele tem interesse e contrata eles separadamente, sendo que será cobrado um valor extra para cada serviço. Para verificar quais as coberturas básicas e as adicionais do seu seguro, converse com o corretor ou verifique o seu contrato.

O seguro residencial cobre roubos?

Sim, mas isso é uma cobertura adicional, ou seja, ela não faz parte do pacote básico do seguro. Para poder incluir esse serviço n sua apólice, você deverá solicitar ao corretor de seguros ou para a seguradora, sendo que cada cobertura adiciona tem um valor próprio e a parte.

Imóveis alugados podem ter seguro residencial?

Sim, o seguro residencial serve tanto para imóveis próprios quanto para imóveis que sejam alugados, mas é necessário prestar atenção no que o seguro irá cobrir para que não ocorra nenhum problema no futuro. No caso do proprietário do imóvel fazer um seguro residencial, ele terá a cobertura para o prédio, no caso de incêndios, por exemplo. Já se o locatário quiser fazer o seguro, ele terá a cobertura do prédio, que deverá ter como beneficiário o proprietário do imóvel, e tudo que estiver dentro do local.

Posso trocar de seguradora?

Sim, todos os segurados podem trocar de seguradora a qualquer momento, mas se você quiser trocar de seguradora antes do prazo final do seu contrato, você deverá pagar uma multa pela rescisão do contrato antes do prazo. Outra opção é aguardar o período para fazer a renovação do seu seguro e caso você tenha interesse, poderá mudar de seguradora nesse momento sem ter que pagar nenhuma multa.
Existem diversas seguradoras que realizam esse serviço, o ideal é que você pesquise antes de decidir qual é a melhor opção para você e analise o contrato antes de assinar, dessa forma você consegue evitar o desperdício de dinheiro.

Para saber mais, acesse: www.logisticananuvem.com.br/seguro-de-transporte-de-carga-cotacao